'a loja de gesso' ou 'pagando mico com as amigas'

Contei outro dia aqui que eu amo pintar gesso.

Pois bem. Semana passada viajamos para o interior de São Paulo e uma de minhas amigas inventou de fazermos um passeio em Pedreira. Para quem não conhece, Pedreira faz parte do Circuito das Águas Paulista e é conhecida como a Capital da Porcelana.


Minha amiga, sabendo que eu adoro artesanato e lembrando-se dos muitos planos frustrados das viagens anteriores de irmos a uma grande loja de produtos artesanais em Campinas, quis me proporcionar esta alegria. Fomos em quatro: Lu, eu M.R. e M.R. Uia, nunca tinha percebido que as iniciais das duas eram iguais! Pra preservar as identidades, vou me referir a elas apenas pelas iniciais. MR1 e MR2. MR1 dirigia, MR2 era a co-piloto. (rs)

Eu estava mais interessada nas lojas de peças para artesanato. Na verdade, eu estava mesmo querendo só passear, ter ideias, inspiração. Estou numa fase de baixo consumo. Quando nos mudarmos pra casa nova então eu vou querer pensar nos acessórios.

Fomos primeiro numa loja de peças em MDF bem grande. Comprei algumas pecinhas: duas tartaruguinhas, dois ganchos pra minha futura lavanderia-ateliê, um relicário para minha mãe e um cabideiro para toalha de mão que eu tinha me esquecido há muito tempo o quanto eu quis ter um.

Saindo da loja, vejo, do outro lado da rua o que pra mim era quase a visão do paraíso: uma loja repleta de peças branquinhas, uma loja de gesso!!!

-Vamos lá gente, por favor????

MR1 ficou reticente de deixar o carro no estacionamento da loja de MDF mas eu não vi problema nisso então atravessamos a avenida. Era uma loja de esquina,com quatro três portas abertas, duas de cada lado. Observei que três delas tinham um arame obstruindo a passagem na altura do peito. Entramos pela quarta porta. Ninguém veio nos atender o que me deixou feliz porque eu iria ter liberdade de passear pela loja. De cara, me encantei com as peças: budas, shivas, dragões, tartarugas... A loja não era muito arrumada, vi uma bota num canto e eu achei até charmoso. Comecei a levantar as peças pra ver se via o preço delas mas não encontrei e isso me aborreceu porque eu teria que perguntar o preço de todas as peças que eu tinha gostado. Passando para a segunda fileira de prateleiras, observamos uma porta aberta onde eram feitas as peças. Dois rapazes ficaram nos olhando como se fôssemos alienígenas.

Passeamos por toda a loja, olhando cada peça, comentando, rindo, falando alto, até que chegamos ao final e, ao invés de um balcão com o caixa, tinha uma mesa de trabalho. No mesmo instante MR1 observou e leu os dizeres de uma placa pendurada na porta oposta a que entramos:

NÃO ENTRE SEM SER CONVIDADO

Era uma fábrica de gesso e não uma loja!!

Luana, que herdou de mim os genes da timidez, saiu correndo desembestada da loja e nós três tomamos o mesmo rumo.

Vergonha e risadas no grau 1000, ficamos imaginando os moços pensando que nós tínhamos roubado alguma imagem e que a polícia estava nos procurando.

♥♥♥

Recompostas, fomos tomar um café. Como diz a meninada:
Como eu imagino: uma cafeteria charmosa, marrom, com ar antiguinho.
Como era: um boteco!

Mulherada que fala e fala, a moça trouxe finalmente meu capuccino com dois sachezinhos de açúcar. Eu pensei: "porque ela trouxe açúcar sem me perguntar, eu uso adoçante e já tem aqui na mesa". Coloquei dois sachês porque era um capuccino grande, misturei, mulherada que fala e fala e eu achei estranho o gosto da bebida. Comentei e coloquei mais um sachê. Então tudo o mais aconteceu na mesma fração de segundo: eu vi o que eu tinha feito, Luana comentou, MR1 gritou e todas riram menos eu: eu havia colocado sal no capuccino ¬¬  Acredite, não é bom. Deixemos o sal para o molho branco, ok?



No mais, correu tudo bem. A benevolente MR1 aproveitou o passeio para terminar de mobiliar sua nova casa. Comprou duas mesas, um suporte de paredes para vasos e duas cadeiras lambari, camarão... não! Cadeiras bacalhau, conhecem?

Imagem daqui

Eu já tinha visto o modelo mas não conhecia pelo nome. Embora possa não parecer, elas são muito confortáveis. Agora visualiza a Sandra voltando exausta, dividindo o espaço do banco de trás do carro com a Lu de um lado e duas cadeiras do outro.

Esta foi nossa aventura à cidade de Pedreira que rendeu muita história e muitas risadas.

♥♥♥

PS: MR2, eu prefiro ganhar tartarugas para minha coleção ao invés de comprá-las. Cada uma tem sua história e está relacionada a história de uma pessoa importante na minha vida. Se eu tivesse te respondido quando você me perguntou, você certamente compraria uma pra mim e eu não queria te dar gastos.

Mas isso não impediu minha amiga de me dar um presente, olhem que coisa mais linda que ela me deu:


Eu disse pra olhar o presente, não a bagunça pós viagem lá atrás!!

♥♥♥


PS 2: Ontem à noite, estava já na cama e ia desconectar meu celular quando recebo uma mensagem da Lucia Klein, me contando que eu havia ganho o sorteio lá no Calma que Estou com Pressa.



\o/ \o/ \o/ 

Ai gente, não tô me cabendo de tanta coisa linda que estou ganhando.


PS 3: As fotos com os fuscas trazem pra mim o aconchego de cidade do interior e o Lucas adora "fuxcax".



Abraços e que a alegria esteja com todos vocês.

7 comentários:

  1. Sandra,

    O mico do ano! Menina, ri muito com essa história. Acho que eu estaria correndo até hoje.kkkkkk

    E, não se contentou com o Mico 1 e pagou o Mico 2 colocando sal no Capuccino. Pelamor! KKKK

    Eu não havia reparado nenhuma bagunça atrás do presente. Você acha que alguma coisa iria ofuscar essa peça tão linda? Rs

    Um lindo dia e se cuida. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Sandra, é a Vi, já aconteceu comigo e com a Pepa, entramos em uma "loja", achávamos que era um antiquário, olhamos para cá, para lá,então aparece uma mulher sem educação e perguntou oque a gente queria, eu falei que queria saber o preço de tal peça, ela falou que nada ali era para vender e que ali não era um comercio, não sabíamos onde enfiar a cara, mas que culpa tinha nós se aquilo parecia ser um antiquário e estava com as portas abertas.
    amei o chinelo borboleta, vivia jogando chinelos fora, agora vou reciclar.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
  3. TÔ me matando de rir imaginando a cena Sandra!!!
    EU iria ficar roxa de vergonha!!!rs
    PAsseio entre amigas é tudo de bom e pelo vemos valeu as risadas, a boa companhia e as energias que se recarregam!
    Parabéns sortuda!!!

    Um beijo e um ótimo final de semana.
    Ah, não vou colocar detalhes em vermelho na cozinha, estou na fase do menos é mais...estou tirando um monte de coisas daqui na verdade e deixando a casa mais clena possível. Fases...rs

    ResponderExcluir
  4. Sandra,

    Pois é, depois sou eu quem paga mico, rsrs. Adorei, deve ter sido elucidativa a visita a fábrica de gesso, sem falar na inovação gastronômica do capucino com sal, coisa de loucos, rs.
    Grandes beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Sandra adorei seu cantinho, já fico por aqui te seguindo!! Parabéns pelos prêmios, que bom hein sortuda, me encantei com tudo aqui!
    Venha me visitar e se gostar me siga tbm que vou ficar muito feliz com sua presença la no meu cantinho!Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  6. ai Sandra
    morri agor
    de tanto rir
    quando saio com as amigas é isto tb - parecemos umas crianças - tão bom isto - precisamos disto -
    agor sal no capuccino - que sacanagem - eu como não sou timida para isto - tinha chamado a garçonete e pedi pra ela provar e fazia trazer outro - braba eu né - que nada eu sou fofa - mas quando nao gosto de algo é dificil eu nao falar de cara - é por isto que te falei - é dificil gostar de mim ! mas quando me conhecem e sabem como eu sou - é amor de verdade
    adorei teu passeio e a tua luuminária - e o ler sobre o recado que tu ganhou - eu imagino tua felicidde - oh coisa boa isto nos sorteios - tanto pra quem oferta , e para quem ganha
    bjs

    ResponderExcluir
  7. ai Sandra
    morri agor
    de tanto rir
    quando saio com as amigas é isto tb - parecemos umas crianças - tão bom isto - precisamos disto -
    agor sal no capuccino - que sacanagem - eu como não sou timida para isto - tinha chamado a garçonete e pedi pra ela provar e fazia trazer outro - braba eu né - que nada eu sou fofa - mas quando nao gosto de algo é dificil eu nao falar de cara - é por isto que te falei - é dificil gostar de mim ! mas quando me conhecem e sabem como eu sou - é amor de verdade
    adorei teu passeio e a tua luuminária - e o ler sobre o recado que tu ganhou - eu imagino tua felicidde - oh coisa boa isto nos sorteios - tanto pra quem oferta , e para quem ganha
    bjs

    ResponderExcluir

Então, o que você achou?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...