Colcha de Camisetas - Parte 1: A História

O ano era 2008. Lucas era um adorável bebezinho que, como todo bebezinho, crescia rapidamente e perdia suas roupas a cada quinze dias. Luana é oito anos mais velha do que ele e até seus 5 ou 6 anos eu guardei suas roupas e sapatinhos mais fofinhos, pensando talvez em usá-los se eu tivesse outro bebê e este fosse uma menina. Então, numa destas super organizações que a gente faz de vez em quando eu abri a caixa de coisas da Lu e resolvi doar tudo, pois, naquela altura, achava que ela seria filha única.

Eis que, 8 anos depois, Luquinhas chegou e eu já não pensava mais em guardar roupas nem sapatos para o próximo bebê porque nossa família estava completa, Nós4. Juntava um pouco de roupas e já doava. Até que ele foi trocando os macacões por camisetas e eu tenho que falar pra vocês que camiseta de um bebê de 6 meses é uma coisa muuuuuuito fofa, então a ideia de fazer algo com elas me veio à mente. Acho que já tinha pensado em fazer isso antes, com as roupas da Lu mas sabe quando é só uma ideia, parece algo distante, muito difícil, cheio de complicações? Desta vez eu resolvi apostar pra valer. Fui juntando camisetas e doando as demais peças. Nos mudamos e eu trouxe as camisetas comigo. Vez ou outra eu fazia um inventário delas para ver quantas tinham. Quando Lucas tinha 3 anos e meio, achei que já podia partir para o próximo passo e começar a fazer a colcha. Comprei um kilômetro alguns metros de forro termo-colante, a máquina de costura, projetei e parti para a ação. Não é a toa que eu coleciono tartarugas e uma tartaruga é o logo do blog (tá vendo o favicom lá no canto superior esquerdo?). Além de serem lindas e carregadas de simbolismo, elas são bem lentas, assim como eu. Mais ou menos isso. Trabalho, criancinhas, casa, correria... Então eu fui fazendo a colcha aos poucos, quando tinha tempo, quando estava inspirada e somente quando estava disposta.

Foram 3 anos juntando 96 camisetas e 2 dois para montá-la e costurá-la. Quando ela ficou pronta, o Lucas cortou a última linha na máquina e meu marido até fotografou. Foi uma alegria muito grande, como tinha que ser. Trabalho de tanto tempo, tanto esforço e ver a colcha pronta, linda. Eu sei que não é trabalho profissional mas acho que o carinho que coloquei nela compensa esta parte.

Senhoras e senhores, a Colcha de Camisetas:


Aqui sobre o sofá,  já fizemos um teste e ela cobre Nós4 numa sessãozinha de cinema num dia de frio, que delícia! ♥


Sobre a cama da Lu, porque na cama mezanino do Lucas não dá para exibí-la assim.


O forro, feito com lençol.


... e a galerinha que dorme na cama do Lucas, agora sobre a colcha já bagunçada depois que o dono dela fez a festa quando viu a sessão de fotos.



Resolvi dividir o post em duas partes - a história e o tutorial - para não ficar cansativo e também porque sei que eles terão públicos distintos.

Ah, deixa eu explicar. Quando eu tive a ideia de fazer a colcha pro Lucas, perguntei a Lu e ela disse que não queria que eu fizesse uma colcha pra ela. Só pra constar, vai que alguém pensa que eu sou uma mãe injusta. Aliás, se vocês derem uma olhada nos posts anteriores, vão ver que ela mesma anda costurando. Olha, vou te falar, tenho o maior orgulho da minha filha, da determinação dela. Ela gosta de mangás e animes e inventou que quer fazer um cosplay (fantasia de animes, para ser simplista). Ela já fez uma blusa e uma saia, sem falar nos acessórios. Mas ela nunca tinha feito isso antes nem tinha aprendido a fazer. Saí numa manhã de sábado e prometi a ela que compraria o tecido para a camisa que ela queria fazer. Cheguei em casa, ela estava sentada no chão, cercada de fita métrica, caderneta com anotações, moldes que ela mesmo fez, uma bagunça! Mas ela tinha tirado as medidas dela e desenhado o projeto da camisa. No final do dia, a camisa já estava pronta! Claro que não é trabalho profissional e também ela não vai sair por aí usando cosplays mas que é de tirar o chapéu, ah isso é.

Tendo dito isso, fico por aqui, espero que tenham gostado da colcha e que sirva de inspiração para vocês.

Ah, chegou até aqui? Gostou? Você pode comentar? Este blog anda carente ultimamente e um comentário seu certamente o deixará feliz. Obrigada =]


5 comentários:

  1. ARRASOU SAN...
    FICOU LINDA DE VIVER...
    DEU ATÉ VONTADE DE FAZER UMA TMBM...NÃO DE CAMISETAS,PQ EU DEMOOOOOOOORO PRA PERDER AS MINHAS NESSA ETAPA DA VIDA....RSRS...MAS SEI LÁ...DEU VONTADE...RS...
    PARABÉNS LUQUINHA...QUANDO VC ENJOAR DA COLCHA PODE DÁ PRA MIM QUE EU QUERO TÁ.RSRS...
    APROVEITANDO PARABÉNS À VC TMBM LUANA...COSTURAR NÃO É UMA COISA QUE ATRAIA MOCINHAS DE 13,14 ANOS...SEI BEM DISSO,PORTANTO TUA FORÇA DE VONTADE EM QUERER ALGO E CORRER É ATRÁS É INSPIRADOR...PARABÉNS MESMO...
    BOM...É ISSO..
    BJINHOS E ATÉ MAIS...

    ResponderExcluir
  2. Puxa, parabens querida, que trabalhão...foi uma prova de paciencia e persistencia, mas valeu muito, ficou lindona e cheia de lembranças...
    beijosss,
    jud-artes.

    ResponderExcluir
  3. Estou encantada com sua criatividade e bom gosto, que coisa linda essa colcha!! Que trabalho hem? guardar tantas camisetas, com cuidado e carinho e depois confeccionar essa colcha!!! Não tem preço!!! Muitas blogueiras deveriam conhecer esse trabalho.É de "babar". Muitos beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Olá...adorei a idéia da colcha de camiseta, confesso que nunca pensei nisso! Vc poderia me dizer se usou o temocolante p/colar nos quadrados e esses ficarem firmes p/costurar? abraço!
    Nilza!

    ResponderExcluir
  5. Nilza, respondendo sua pergunta, sim, eu usei forro termocolante. Estou fazendo a parte 2 deste post com o tutorial, volta pra ver, ok?

    Abraço!

    ResponderExcluir

Então, o que você achou?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...