As coisas que trouxemos na mala

Este post vem recheado de fotos e com pouco texto, para equilibrar com a postagem anterior, com dicas sobre o que fazer com agendas e o material escolar quando o ano termina.

Fizemos uma breve viagem na última semana do ano, visitando nossa família e amigos, além de uma esticadinha em Monte Verde, Minas Gerais e estas são algumas das coisas que trouxemos na mala.


Quem me conhece sabe que eu sou apaixonada por tartarugas e tenho uma coleção delas de toda a sorte de materiais, além de uma coleção paralela de tartarugas de pelúcia. O que quase ninguém sabe é que minha coleção de tartarugas começou ao acaso, pouco mais de sete anos atrás, exatamente em Monte Verde.

Após o início delicado da gestação de meu segundo filho, que exigiu repouso absoluto nos primeiros meses, lá fomos nós para Monte Verde, cidade que amamos e que visitamos sempre que podemos, apesar d distância. Nós três e o Lucas na barriga. Só não me lembro exatamente qual foi a primeira peça, se de metal ou de sabonete mas, colecionadora nata que sou (opa, tô vendendo minha coleção de selos, alguém quer comprar?), vi naquelas peças delicadas a oportunidade de começar uma coleção. Na verdade não estava procurando por nada e gosto de pensar que foram as tartarugas - símbolo de sabedoria - quem me escolheram. Engraçado. Buscando na memória agora me lembrei até das duas lojas onde comprei as primeiras tartarugas. Uma delas é uma loja de sabonetes onde se vendia sabonetes feitos em grandes formas retangulares e você mesmo podia cortar seus pedaços que eram depois embalados pelas atendentes. Num canto da loja, próximo ao caixa, havia algumas pedras que, não me recordo bem, segundo a descrição e explicação da atendente, tinham a ver com diamantes.

Voltando ao tema desta postagem, estas belezinhas aí em cima foram presentes da minha sogra que se lembrou de mim numa viagem que fez a Águas de São Pedro, interior de São Paulo.

As próximas fotos são aquisições feitas em Monte Verde:

Jogos americanos e porta copos de tapeçaria

Incensário e incenso em forma de cone*

Aromatizadores de madeira para gavetas

Tartarugas, tartarugas, tartarugas para a coleção <3

Meus companheiros de viagem: a Instax e um livro

Quando eu comprei a Instax, o objetivo era exatamente este: usá-la em viagens para registrar de forma diferente alguns momentos. Eu guardo em dois álbuns nossas fotos: lugares e eventos. Com o passar do tempo, vi que essa divisão ficou um pouco boba mas agora já tenho os dois álbuns começados e mudar as fotos de álbum significa estragar as páginas pois as fotos estão coladas com fita dupla face. Então deixei assim mas o álbum de viagens quase não tem fotos, tadinho.


*Ah, deixa eu contar, vai. Sabe aqueles incensos em forma de cone numa das fotos acima? Eles foram comprados numa loja muito muito linda chamada Viver Zen. É o tipo de loja que me deixa fascinada, tudo era lindo e especial. A Lu, minha filha, está numa fase diva rsrs e ela não gosta de tomar sol. Anda com sombrinha até para atravessar a rua. E lá comprou um guarda-chuva muito lindo pois a sombrinha dela está quase cumprindo a missão dela na Terra. Pois bem, enquanto o Lucas tomava um sorvete com o pai, entrei eu na loja e a Lu me seguiu. Enquanto eu escolhia os incensos, ela, não sei como, derrubou o guarda-chuva que bateu num vaso que caiu derrubando alguns objetos espostos que caíram sobre uma escultura de gato em madeira que foi caindo sobre o outro num efeito dominó. Ficamos as três, a vendedora, a Lu e eu, por um instante, imóveis, olhando. Eu rapidamente arrumei tudo, pedi desculpas à moça e pedi para ela ver se havia tido algum prejuizo. A moça foi muito gentil e felizmente não houve nenhum dano além da vergonha que passamos.

Divando em Monte Verde

Depois das comprinhas em Monte Verde, vieram os presentes.

Ah, minha sobrinha Brenda caprichou! Ela trouxe de viagem alguns mimos simplesmente apaixonantes. Veja se não tenho razão.

Como diz minha amiga Kellen, o que é essa tartaruga??? Toda brilhante e com a cabeça erguida. Ela é muito diva!


Charms. Amo. Foi minha sobrinha quem me apresentou a eles e eu já fiz alguns charms reutilizando tampas de shampo. Relembre aqui.


Também coleciono postais e minha sobrinha sempre se lembra disso em suas viagens. Estes não são lindos?


Minha primeira washi tape, ebaaa! Os carimbos foram presente para o Lucas mas nós compartilhamos nossos carimbos :)



Estas moedas de chocolate também foram presente para  Luas  mas esta foto eu precisei tirar assim que ele ganhou, só por garantia.


Ela também  trouxe para me dar, porque sabia que eu iria me interessar, um cartãozinho de uma petição para banir o transporte de carne e outros produtos de baleia nos portos da União Europeia. Vamos Quer assinar também? É só clicar aqui e colocar seus dados. Formulário em inglês.


Ah e os livros!! Nesta pilha aí embaixo tem livros que levei como companhia, livro que estava emprestado e foi devolvido, livro que ganhei de presente (obrigada, Ana <3) e cinco deles estavam sob custódia da minha sobrinha, pois comprei numa promoção e o frete só era grátis nas regiões Sul e Sudeste. Na ocasião, disse à minha sobrinha que ela podia abrir e ler quais ela quisesse. Precisei insistir um pouco para que ela fizesse isso pois ela considera receber e abrir um livro novo, um momento muito importante. Ela também tem um blog, o SLET - Sobre Livros e Traduções e fez um post bem bacana sobre o livro Claros Sinais de Loucura. Bre, fiquei lisonjeada mas encabulada de comentar o post rsrs.


O Lucas também ganhou dois livros:

Da tia, livro de atividades muito legal e totalmente ecológico

Da madrinha, um livro de Rubem Alves com ilustração de Mauricio de Sousa

A Lu ganhou O Mundo de Sofia mas eu me esqueci de fotografar :S

Também da minha amiga Mara, estas lembrancinhas do aniversário da Gigi, filha dela, que todo ano ela carinhosamente guarda para nós. Elas foram feitas por sua irmã, Rose, que faz trabalhos em tecido muito bonitos e caprichados. Eu achei que tinha tirado foto da necessaire que ela me deu mas devo ter me enganado. Sorry, Mara. Fico devendo.


Esta é a Tatá. Minha doce sobrinha Lorena me deu, era dela. Eu não queria aceitar mas ela insistiu e só colocou uma condição: eu teria que dormir com ela. Pode deixar, Lorena, ela já está bem à vontade dormindo na minha cama junto com as outras tartarugas.


Nas últimas horas de 2014, minha amiga Maria, outra grande colaboradora de minha coleção, me presenteou com esta tartaruga, comprada no zoológico de Santiago, no Chile.


E 2015 começou com nosso tradicional amigo da onça, que antecede o amigo secreto feito todos os anos entre amigos. O saldo foram uma tartaruga de banho e um "clássico" espelhinho com moldura de plástico laranja hahaha.


E para fechar este post, um brinde. Meu sobrinho Gabriel passou uns dias conosco antes de viajarmos e nos presenteou com este delicioso vinho que guardamos para apreciarmos na volta.


A nós!



Criei na página do Luka Luluka no Facebook, um álbum com algumas das fotos de Monte Verde. Você pode vê-las clicando aqui.


Obrigada pela companhia e que a alegria esteja com todos vocês.

4 comentários:

  1. Delícia de postagem, tanto mimo, amei tudo, mas a Tatá e a câmera...como não se apaixonar?! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dalva, que bom que gostou. Fiquei um tempo afastada do blog e estou me desenferrujando ainda.
      Fiquei muito feliz com seu comentário.
      Bjs

      Excluir
    2. Enferrujada estou eu, fico até com vergonha de comentar por aí e não ter nada de novo para oferecer....Obrigada pela visita!
      Boa volta, tem coisas mto bacanas por aqui! bjs

      Excluir
  2. Sandra,

    Que coisa boa viajar, e voltar com a mala cheia de mimos e presentes.
    Eu acho Brasília linda também e com muita história, bem recente claro, comparada com aqui. Ruas largas, bem arborizada como você falou. Aqui é pouco arborizado, vivo ao sul da Espanha, brinco as vezes que é quase na África...rsrs...
    Besitos e tenha um ótimo final de semana

    ResponderExcluir

Então, o que você achou?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...