Pular para o conteúdo principal

Prioridades

Na minha adolescência eu tinha um livrinho que se chamava Pequeno Manual de Instruções para a Vida e uma das instruções era: 

Defina suas prioridades. Ninguém jamais disse no leito de morte: "Se ao menos eu tivesse passado mais tempo no escritório".

Nas últimas semanas me deparei com acontecimentos em blogs que acompanho e que me fizeram pensar.


A Ana resolveu dar uma pausa. Hoje, surpresa e feliz, vi que ela deu sinal de vida e entendo perfeitamente seus motivos.

A Disney simplesmente decidiu parar. Por algum motivo pessoal que ela preferiu não expor.

Me emocionei com o post Home is not my stuff (Lar não são minhas coisas) da Laura, onde ela conta que está se mudando e, com as coisas quase todas encaixotadas e o marido e os filhos viajando ela se deu conta que gastou muito dinheiro comprando coisas para deixar a casa mais aconchegante e também dedicou muito tempo às suas coisas ao invés de usá-lo com as pessoas que ama.

Conclusão? Bom, nenhuma verdade absoluta mas somente um alerta. Tem tempo pra tudo e a arte da vida consiste em encontrar o equilíbrio nas coisas que fazemos.

Falando em blogueiras, não poderia deixar de mencionar as maravilhosas Sherol Vinhas e Lúcia Klein. A Sherol está sem net nos últimos dias e sinto falta da sua impressionante criatividade. Já a Lúcia, depois de uma breve pausa, voltou com gás total e cheia de inspiração.

Meninas, vocês fazem parte da minha vida.

Arte da Lu. Depois eu conto como ela fez.
 Blogueiras e seus blogs:
Ana - Casa da Ana
Lúcia - Calma que Estou com Pressa!!!
Sherol - Sherol Vinhas
Disney - Ruffles and Stuff
Laura - I'm an Organizing Junkie


Acompanho muitos outros blogs e, de qualquer forma, eu estaria sendo injusta mencionando uns e não outros.


Abraços e obrigada por estarem comigo.

Comentários

  1. OII sandra- nossaaaaaaaaaaa meninaaaaaaaaa qe me matr de emoção? que palavras lindas- é o blogs é para ser lido e absorvido, aqui a gente se exoem, contamos nossas tristezas, alegrias, angústias, nossa artes, nossa vida, familia- e eu também faço parte desta mulherada que tem uma vida para contar, larguei tudo, emprego, cidade..para casar..depois larguei emprego de novo em Sampa- para ficar com meu filho baby ainda(agora está com 18 anos) , mas o guri vivia doente, acoradava de manhã cedo, pegou todas as infecções, as "ites" e eu não pida mais ver aquilo, e largar emprego dói né mas foi o que eu fiz- daí bateu a depressão escancarada, das brabas , e o próprio medico me recomendou artesanato, eu já fazia alguns, mas nunca pensei que miha vida se transformaria tanto - pensa que naquele tempo não existia blog com certeza minha vida seria melhor e menos solitária-
    adorei tuas palavras - obrigadão mesmo
    bjs

    ResponderExcluir
  2. sandra tu não em o item seguidores- já ia te seguir se não souber como coloca pede help pra mim
    bjs

    ResponderExcluir
  3. uia, não sabia que não tinha o botão Seguir na minha Navbar... que mancada!

    Corrigi e também coloquei o gadget de seguidores.

    Quer me dar a honra de ser minha seguidora Número 1?

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Sandra, obrigada pelas lembranças... este é um dos motivos de blog virar uma 'cachaça'para nós,né?
    Mas estou me organizandoe qualquer dia volto com força total. bj

    ResponderExcluir
  5. Isso Aninha, não abandona a gente não.
    Não precisa encher o caneco, pode ser em doses homeopáticas mas devagar e sempre né? :)

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Olááá, também estou sentindo tanto a falta de vcs e nem imaginam o tanto, mas parece que esta semana resolve.snf
    Beijos minha querida, que Deus te abençoe sempre.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixa um comentário! Adoro quando vocês interagem com o blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…