Pular para o conteúdo principal

Dia das Bruxas


BLOODY CUPCAKE
Ingredientes:
. 3/4 xícara de absinto
. 10 col.sopa seiva de flor cadáver
. 3 olhos de morcego
. 1/2 col.chá de sangue de urubu
. 1 3/4 xícara de farinha de ossos de javali
. 1/3 xícara de urina de sapo
. 2 col. chá de pó de osso de rato
. 1 pitada de veneno de lagartixa
Preparo:
- Unte as forminhas com a seiva de flor cadáver
- Pré-aqueça o forno à 180 graus.
- Em uma vasilha, misture o absinto e a seiva de flor cadáver, até ficar uma mistura esbranquiçada.
- Acrescente os olhos de morcego, um a um, mexendo bem a cada adição.
- Acrescente em seguida o sangue de urubu, os ossos de javali peneirados, o urina de sapo, o pó de osso de rato e o veneno de lagartixa, mexendo bem a cada ingrediente adicionado.
- Com uma colher ou concha pequena, preencha até 2/3 das formas com a massa.
- Asse por 30 minutos.

Queridos, andei sumida e hoje, que consegui reaparecer, o blogspot não quer carregar minhas fotos. Mais tarde eu atualizo o post. 

(Post atualizado com fotos).

A receita é uma brincadeira que fiz com a Luana, se quiser fazer a receita de verdade, o post é este.


Sem tempo pra muitas artes e decidida a organizar meu craft space, não fizemos muita coisa, mas não deixamos o dia passar em branco: cupcakes, balões com caras de abóboras, fantasmas e monstros, ,maquiagem, filminho de terror (light) e também alguns paper toys (a bruxinha e a abóbora da primeira foto), idéia da Boni Frati.

foto assustadora de mentirinha :)
Enquete pós post:  Acho que esta foto está assustadora demais, vocês acham que eu devo tirar? Não quero assustar ninguém aqui no meu espaço criativo.

Comentários

  1. Oi Sandra rssss, achei a receitinha interessante , vou anotar para o caso de virar uma bruxinha malvada kkkkkkkk.
    Deixa a foto tb tá lindona!!Obrigada da visita viu, bjs
    Leila

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixa um comentário! Adoro quando vocês interagem com o blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…