Pular para o conteúdo principal

Já sei quem é o meu origamigo!!

Hoje foi um dia de muitos altos e baixos.

Da parte dos "altos", meu marido me liga dizendo que tem uma encomenda na portaria, que é uma caixinha, eu digo pra ele pegar! "É do meu origamigo".

Cheguei do trabalho e vi a caixinha sobre a mesa, mas o Lucas, meu pequeno de quase 3 anos, pra quem não sabe, também viu e foi logo falando "minha, minha caixa". Pra não entrar numa disputa de propriedade (a vontade era falar "é minha" e me trancar no quarto pra abir logo, mas uma mãe não deve fazer isso né :), eu falei pra ele que era só uma caixa, pra ele ir brincar com os carrinhos... ele acabou deixando a caixinha de lado enquanto eu a escondia atrás da tv. Tive que preparar o jantar, lavar a louça e, enquanto ele brincava com a irmã, lá fui eu, finalmente, abrir a tão esperada caixinha.
Gente, nunca vi tanta delicadeza e encanto num espaço só:


A dona de tamanha sensibilidade é a Thamires, do Origami Tha, que me mandou três origamis lindos, que depois eu vou fotografar adequadamente, uma carta muito fofa e ainda bombons. Thamires, vou te confessar, tive que tirar esta foto às pressas antes que o Lucas pegasse os bombons, que durou... 1 minuto, aproximadamente. Divisão rápida para garantir bombons pra todos, marido não quis metade do meu, o do Lucas logo acabou e ele ficou pedindo "bombonjinho". Eu dei um Biz pra ele e ele ficou bonjinho.

Fiquei muito muito muito feliz mesmo com os presentes que ganhei, a Thamires é um encanto, foi uma honra ter participado desta brincadeira que a querida Aline organizou mas, devo confessar que eu estou um pouco chateada e eu explico porque. Sou muito empolgada, acho lindo origami, tenho papéis que trouxe do Japão a 11 anos atrás mas eu não tenho prática e eu me propus a participar da brincadeira onde os participantes tem muito know how, e eu sou apenas uma entusiasta. Digo tudo isso porque acho que meu presente, embora feito com muito carinho, foi muito menos do que meu amigo merece e, em contrapartida, recebi muito mais do que eu esperava. Como agravante, eu fiquei com as mãos debilitadas juntamente na última semana de novembro, quando eu me propus a fazer o presente.


Mas saiba, querida origamiga Fernanda Goes, que fiz com muito carinho. E depois eu mando outro presentinho pra você :)

Comentários

  1. Oi Sandra, tudo bem?....naum s preocupe como disse no meu blog, eu ameeeeei o presente, e esta na sala pra todo mundo v como minha origamiga eh talentosa, obrigada mais uma vez....bajum

    ResponderExcluir
  2. quanta coisa lindaaa!! e A Thamiris e eu fizemos o mesmo kusudama pra origamigas! Eu tb escolhi esse floral pra enviar pra Noêmia!! Q coincidência!

    ResponderExcluir
  3. Oi Sandroca!
    (rs, é assim que chamo minha mãe que tem o mesmo nome)!
    Poxaa...
    Que delícia!
    Fiquei muito, muito, muuito feliz de você ter gostado dos mimos!
    Estava anciosa para ver seu depoimento!
    Tenho a dizer também que pra mim foi um enoorme prazer poder trocar presentes com outras pessoas que tambem admiram essa arte!
    Mas, de tudo, o que vale mesmo é todo esse sentimento "natalino" que nos envolve nessa época do ano! Dar presente é muito bom, imagina ainda confecciona-los para dar!
    Fique com Deus minha querida, e que você tenha um Natal cheio de boas energias e um ano novo MARAVILHOSO!
    Um beijo repleto de carinho!

    ResponderExcluir
  4. Oi minha amiga!
    Tbm gostaria muito de participar, mas como moro aqui no Sul, é provável que o meu presente não chegue até o dia 15. Se não houver problema em atrasá-lo, conta comigo!!
    Bj
    Fê.

    ResponderExcluir
  5. Linda sua árvore Sandra! Relaxa amiga... Vc é muito talentosa!!

    Bjs e boa quarta!

    ResponderExcluir
  6. Oi querida
    tudo bom, passei para ver seu cantinho mas vou ler também com muito cuidado ta nao se preocupe que vou ficar a par de tudo, agora essa arvore é muito fofa bem original para por em um escritorio e manter o espirito de natal
    bjbj
    Monica
    coisasdaminhacasa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixa um comentário! Adoro quando vocês interagem com o blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…