Pular para o conteúdo principal

Na onda das ECOKESHIS

Tudo começou assim pra mim:
Vi no Banana Craft as adoráveis e criativas kokeshis da Fabi Sehnem. Fiquei com água na boca.
Depois vi, há poucos dias atrás, a genial idéia de reciclagem da Lu Klein. Foi ela quem inventou o nome ecokeshi, tão genial quanto o trabalho em si. Nossa, fiquei com uma coceira...
Então, não me lembro onde, vi um link pro blog da Jud, eu me lembrava dela mas fazia tempo que não lia seus posts. Eu tinha certeza de que a estava seguindo mas estava enganada. Fui ver todos os seus criativos trabalhos que eu havia perdido e um deles, também recente, adivinhem o que era?

Ah, não tinha jeito, eu tinha que fazer a minha.

Então eu vi, no baldinho da bancada do banheiro, alguns mini shampoos, destes de hotel, sabem? Como num flash, a inspiração veio!


Desde que me mudei para o apartamento, não tinha pintado nada ainda pois não tenho varanda e, em contrapartida, tenho crianças em casa então não acho bom ficar mexendo muito com tinta por causa do cheiro forte. Eu usei o que eu tinha em casa. Dei uma demão esmalte de unhas branco, um quase vencendo. Depois pintei com tinta de criança, não sei o nome mas pode ser o que você tiver em casa. Só vai precisar dar várias camadas.

antes e depois

A roupa dela eu fiz com papel de origami que eu tenho aqui em casa também. Aliás, como eles estão acabando, eu digitalizei. Veja este post, onde você pode imprimir os papéis e usar para fazer a sua kokeshi ou o que quiser. Uma idéia mais trabalhosa é imprimir em papel transfer e aplicá-lo em tecido. Se você não tem impressora colorida, fica bom também imprimir em preto e branco e pintar com giz de cera ou manchar com tinta aquarela. A imaginação é o limite.

Lu, você precisa patentear o nome ECOKESHI porque isso vai pegar!

Quero agradecer a todas as artesãs super criativas por terem me inspirado tanto.

Fabi Sehnem Banana Craft
Lucia Klein - Calma que Estou com Pressa
Jud - Jud Artes

Bom final de semana e que a alegria esteja com todos vocês.

Comentários

  1. ficou lindo Sandra. Uma idéia preciosa, fora que o meio ambiente te diz obrigado.
    Tinha que ser coisa da Lu mesmo rs, ela é show.
    bom fim de semana

    ResponderExcluir
  2. ...Oi vim conhecer seu blog e adorei ,vou ficar !!! E amei essa ideia das bonequinhas ,q dó q me deu faz um tempinho atras andei pondo na reciclagem uns vidrinhos q tinha deste tipo ...buáááááá

    ResponderExcluir
  3. sandraaa - que coisa mais linda - ameiii de paixão- jamis diria que era um shampoo - agora olharei com outros olhos etes sahmpoos -
    ficou perfeita amiga reciclologa-
    ate enadei um email para fabi que ela é nosa musa inspiradora - claro que ainda qero um delas - porque aquelas bobbinas de madeira são apaixonantes - adoro o trabalho dela -
    parabéns está lindoo
    recebi teu email -
    vou te responder sim -
    faz assim me manda teu endereço e diz a cor que tu quer- que quando chegar na bahia , compro a correntinha , aliás me diz qual corrente que tu quer - - ou se tu quiser colocar a corrente - que te mando como presente - de reciclologa para reciclologa-
    agora estou totalmente em volta de caixase bagunça -
    mas breve estarei totlamente estabelecida e feliz .feliz

    bj
    lu

    ResponderExcluir
  4. Sandra, e ela ficou linda! Parabéns.
    Dentre todas as que eu vi acho que essa idéia da sua é a mais fácil.Também quero fazer as minhas agora rsss. Bjs e uma linda semana para vc amiga querida.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Sandra
    Ficou linda essa kokeshi e bem original sua idéia!!
    Essa bonequinhas são uma febre mesmo, eu já começei a fazer a minha tbm, logo tiro umas fotinhas dela
    Bj
    VAnessa

    ResponderExcluir
  6. A Lu faz coisas incríveis rsrs! A sua bonequinha ficou lindonaaaa xD
    Agora quero uma também ^^*
    beijinhos coloridos
    http://amordobrado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Linda Linda A sua ecokeshi!!!!
    Adorei!!
    Tenho alguns desses shampoos em casa é certo que vou fazer!!
    Beijoo

    ResponderExcluir
  8. Sandra como prometi já fiz as minhas ecokeshis!
    Quando puder dá uma espiadinha!
    beijoo e feliz 2012!

    ResponderExcluir
  9. ops esqueci de colocar o link rsrsr
    http://tudoartemilideias.blogspot.com/2012/01/ecokeshis.html

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixa um comentário! Adoro quando vocês interagem com o blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…