Pular para o conteúdo principal

30 dias de criatividade - Dia 2 - Falso Abajour Porta-brincos

Há quem diga que o estilo kitsch é de gosto duvidoso mas eu tenho que confessar que estou muito orgulhosa desta minha criação e o motivo principal deste orgulho é que eu não só fiz como inventei esta arte!


Embalagens de refrigerante ou de shampoo, copinhos de isopor, tecido, tinta, furador e criatividade. Só.

Eu havia feito outro, há alguns anos atrás, assim: usei um cachepô de papelão ondulado como cúpula. Colei nele uma renda branca endurecida com cola e goma laca. Um rolo de papelão de papel alumínio servia de aste e a base era uma latinha de pastilhas Valda. O legal era que os furinhos da renda eram usados para colocar o brinco. Quando nos mudamos eu estava enjoada dele e dei embora. Infelizmente não tenho fotos para mostrar pra vocês. Quem sabe se aparecer uma renda por aqui, eu crio algo parecido.

Ah! Um macetezinho: dentro das garrafas, coloquei cacos de argila e cola branca e deixei secar pra ficar pesado e evitar que o "abajour" caia com o peso dos brincos.

Espero que tenham gostado porque um deles vai pra caixinha do sorteio.



Comentários

  1. PARABÉNS PELA CRIATIVIDADE...FICOU UMA GRAÇA...
    APROVEITANDO VIM TE CONVIDAR PRO SORTEIO DE 1 ANINHO DO BLOG...
    BJINHOS E ATÉ MAIS...

    ResponderExcluir
  2. Oi Sandra apesar de ter visto no facebook as atualizaçoes do blog nao tinha conseguido vir aqui pra dar uma espiada, menina q coisas legais, estou adorando as idéias!!! Bjos

    ResponderExcluir
  3. Oi queridas, muito obrigada pela visita. Kinha, já me inscrevi pro sorteio.
    Rô, não tá fácil manter a criatividade todos os dias, especialmente durante a semana. Pra isso eu conto com a ajuda da minha artista mirim aqui de casa :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. AAAAdorei esses porta-brincos!!!show de bola!!!vou copiar ta!?...
    bju grande

    CRIS

    ResponderExcluir
  5. Adorei a ideia de um falso abajur reciclado para guardar brincos, Sandra! Até hoje eu ainda não encontrei um jeito prático e eficiente para guardar bijuterias... Quem sabe não tento a sua sugestão? ;)
    Beijos,
    Daniele

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixa um comentário! Adoro quando vocês interagem com o blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…