Pular para o conteúdo principal

Nova utilidade para um chawan

Chawan: espécie de tijela pequena utilizada na culinária oriental para beber chá. No Japão, o termo "chawan" é também utilizado para as tijelas onde são servidos arroz e macarrão. (Vou pedir a ajuda do mestre Alexandre Mauj para consertar esta descrição pra mim).

Não me lembro se contei, meu marido é descendente de japoneses (nossos filhos são lindos, modéstia a parte) e eu, além de obviamente admirar a cultura oriental, sou fã da culinária japonesa. Não de tudo, eu confesso, porque eu não gosto de frutos do mar e também não como sashimi...


Mas então, voltando ao objetivo deste texto, meu marido e eu sempre que tínhamos oportunidade, comprávamos ou ganhávamos toda sorte de objetos orientais entre eles alguns chawans. Tenho seis deles hoje que usamos diariamente pra qualquer finalidade gastronômica: desde comer gohan (arroz japonês) e yakisoka até pipoca e Baconzitos. Eu falo no passado porque na atual conjuntura não estamos comprando quase nada para a casa por vários motivos: nos mudamos para um apartamento pequeno, temos muitas coisas que ainda não trouxemos, estamos sem dinheiro o dinheiro está no banco (correção da Deya do Reciclar é Tudo de Bom) e inshallah daqui a dois anos vamos estar em nosso próprio apartamento aí então será tempo de recomeçar a curtir estes e outros objetos.

Logo que nos casamos, uma tia do meu marido nos deu um par de chawans cor de vinho, de plástico. Se meu irmão - expert em plásticos - estivesse por perto eu iria perguntar pra ele que plástico é aquele, é um material duro, eu diria mais "nobre" que o plástico convencional, do qual são feitas as utilidades domésticas e, tenho quase certeza, aquele plástico não é reciclável. Quando nos mudamos pra cá, eu só tinha um chawan, o outro já havia se quebrado. E este, muuuuuuito útil, especialmente quando se tem criança pequena, cumpriu sua missão de chawan na Terra por mais de dez anos até que trincou. Deixei-o separado por um bom tempo, pensei em fazer um vasinho depois achei que não ia ficar bom até que finalmente decidi jogá-lo no lixo. Mas eis que eu estava em casa, não me lembro se de licença médica ou de férias, não importa, se eu estou em casa com tempo, a imaginação impera! Estava no final do mês em que participei do 30 Days of Creativity, um desafio em que eu teria que criar um objeto diferente todo dia. Foi muito interessante, fiz coisas realmente criativas, até compartilhei boa parte delas aqui no blog... Verdade que, depois, tive uma overdose que até hoje não me recuperei e ainda não fiz nada de realmente criativo desde então :) Mas a culpa é também da atual falta de tempo mesmo. Chawan jogado no lixinho da cozinha, passo pra lá, passo pra lá, passo pelo lixo de novo e plim!! Idéia surgiu, peguei meu chawan de volta, o pintei e fiz um objeto muito útil.

Na foto, a tinta das "bolinhas" ainda estava fresca. Eu as fiz com o cabo de um pincel grosso e, no processo de secagem, fui alternando a posição do chawan pra que a tinta não escorresse.


Agora ele fica na minha cômoda e eu coloco nele minhas bijouxs de maior uso e também as que tiro quando chego em casa. De tempos em tempos eu guardo as bijoux que estão nele no lugar delas que, aliás, merece um outro post.

Esta idéias pode ser aplicada a qualquer potinho pequeno, tijelas de sobremesa ou mesmo em embalagens descartáveis, desde que de material firme.

Esta semana foi muito difícil pra mim, sabem, e eu vim pro blog pra me expressar um pouco e resgatar meu equilíbrio. Espero voltar a postar com mais frequencia.

Beijos, bom dia e que a alegria esteja com todos vocês.

Comentários

  1. Nem cheguei ao final do texto e já sabia que a super Sandra, encontraria uma solução útil e criativa para este pequeno chawan. Bem capaz que ele seria descartado assim, tão facilmente, né? hehe

    Minha amiga!!
    Nossas vidas tem quatro estações. E cada uma delas com suas próprias cores, flores e (dis)sabores. Então, calma, que tudo se resolve. Viva bem o hoje, o agora, pois o amanhã é apenas um projeto, mas que tem o aval de Deus.
    A vida é assim, enquanto uns vão, outros vem. E, são exatamente esses desencontros que instigam desejos, esperanças e sonhos que fazem a vida valer à pena.
    Fica bem. Que a tua primavera venha com cheiro de jasmim.
    Bj
    Fe

    ResponderExcluir
  2. Oiiiii!!! Tava com saudades!!! e pra variar adorei a idéia... bjos e um ótimo fim de semana....

    ResponderExcluir
  3. Obrigada querida pelo elogio ao meu doutorado, demorei mas cheguei adorei suas dicas e eu tbem amooooo a cultura oriental, ja to seguindo seu bloguito e vc segue o meu? rs bjs

    ResponderExcluir
  4. Ahhh, mas deve ser lindos mesmo! Ô mistura bonita! Sabe que a culinária japonesa é a que mais amo na face da terra!? Por mim eu só viveria dela!

    E a surra nos filhos?! Foi bem dada!? Espero que sim!!! (espero que ninguém chame o conselho tutelar ao ler esse comentário!hahaha).

    Beijo grande! Acabei de criar a página sobre a blogagem coletiva sobre ética nos blogs que será na próxima segunda, dia 03/10! Bjão!

    http://contosmamaepolvo.blogspot.com/p/blogagem-coletiva-etica-na-blogosfera.html

    ResponderExcluir
  5. Sandra,

    Que legal, além de lindo e cute, porque bolinhas, vamos combinar, são lindas, ainda é super útil. Adorei!
    Realmente tem dias que não estamos bem, mas nada que um novo dia não resolva. Fique bem!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Sandra, que idéia bacana!
    realmente dá dó de jogar fora os chawan qdo eles ficam meio velhinhos, tortos... e não é q vc teve uma idéia muito legal?
    fora que ficou mto bonito tb, gosto muito de azul rs.

    parabéns por sua eco-idéia!

    e sim, aproveite o blog para desabafar um pouco... é bom, muitas vezes nos comentários surgem dicas boas, as pessoas mostram pontos que a gente não enxerga ou dão uma saída para nossas dúvidas... fala sim de seu mundo.

    bom dia! e obrigado pelo link (desculpe a demora pq essa semana andei numa correria que só vendo rs)

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi amiga que legal sua visita e que legal ficou a cor as bolinhas muito alegre esta peça, ai que bom que vc gostou do meu quadro, eu faço , e gosto mas na real da uma insegurança até pra postar hehehehe, suas palavras me incentivam obrigado amiga beijos e vamos criar né???

    ResponderExcluir
  8. amiga só uma dica em vez de dizer que não esta comprando porque esta sem dimdim diga: " não estou comprando porque meu dinheiro está no banco" aprendi isso com uma amiga, pensamento e palavras positivas conta bancaria positiva ok???? beijoooo

    ResponderExcluir
  9. Passei pra deixar meu beijo de obrigada....adorei sua casinha
    bj bj
    irleyse
    maniademozao

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixa um comentário! Adoro quando vocês interagem com o blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…