Pular para o conteúdo principal

Minha Primeira Escultura em Papel Machê - Dia 6/30 Dias de Criatividade

Esta é minha primeira experiência de escultura em papel machê. Quando Lu era pequena, nós fazíamos bonequinhos, coisas pequenininhas.

A receita desta massa eu peguei com a Lucia Klein aqui e o modelo, eu vi num post da Monica Morris.

Fiz a boneca usando como base uma garrafa de licor, rolha e arame. É claro que eu não a fiz num dia e não posso dizer que a terminei hoje porque olho pra ela e acho que ainda não está completa. Fiz um xale também pra ela que não deu tempo de colocar hoje. Quando eu a terminar, eu mostro neste mesmo post, tá bom?

Sinceramente, o que vocês acharam dela?


Este post participa do 30 Days of Creativity.

Tenho que confessar que não está sendo fácil participar do desafio. Família, trabalho, casa, artes e publicação, não me sobra tempo pra mais nada. Mas sabe como é, eu sou brasileira e não desisto nunca!

A idéia é planejar e iniciar os projetos no fim de semana e durante a semana, nós só vamos concluindo.

Obrigada pela visita, não esquece de dar sua opinião sincera sobre a escultura.

Comentários

  1. amei a escultura, fiquei encantada com a técnica, é quase que irresistivel não tentar coloca-la em prática...

    Bjks

    Cáh

    ResponderExcluir
  2. Sandra,

    Claro que vc não tem tempo para ler, você não para nunca e ainda é louca, porque vou te contar, entrar num desafio desses é atestar estar fora da normalidade, rs. Achei bem legal a estátua, não levo jeito. Quanto a leitura, esse livro também demorei muito tempo, ele é muito denso e trabalha um tema complexo demais.
    Grandes beijos e parabéns e sucesso no desafio.

    ResponderExcluir
  3. Amiga ficou ótima.. num dá nem pra acreditar q essa é a primeira!!
    Confesso q tentei fazer uma bonequinha usando a tecnica uma unica vez.. pois o resultado foi tão catastrofico q traumatizei.. minha bonequinha em mente era linda.. e na real parecia um alien!! Vou add esse projeto na lista qm sabe na segunda sai melhor!! rsrsrs

    Bjinhos e passa lá em casa..
    lyncompletissima.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixa um comentário! Adoro quando vocês interagem com o blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…