Pular para o conteúdo principal

Moldura para Disco de Vinil

No post Agora tenho uma vitrola, contei sobre a alegria e o saudosismo que foi a aquisição de um toca-discos. O aparelho tem a capacidade de me fazer viajar no tempo, numa época em que não havia internet e a forma possível para ouvir as bandas era no rádio ou comprando discos de vinil ou fitas cassete.

fonte

Além de sua óbvia funcionalidade, o aparelho garante fotos muito estilosas,
veja se não:

Rolling Stones - It's Only Rock 'n' Roll, 1974

Legião Urbana - Que País é Este?, 1987

E nesse ritual de ouvir o vinil e colocar sua capa exposta sobre a tampa aberta do toca-discos, surgiu um problema, uma necessidade e uma ideia. A tampa do toca-discos tem cantoneiras de metal que estavam riscando a parede sempre que a tampa ficava aberta. Eu tinha que arranjar uma forma de evitar isso, colocando um quadro na parede, acima do toca-discos. Ok... mas o disco exposto acima do aparelho ficava tão legal, uma combinação tão perfeita. Foi aí que me lembrei de um post antigo do Casa de Colorir que falava de molduras para quadros. Google, please. Alguns minutinhos depois eu já estava no site da Disquadro, escolhendo minha moldura e fazendo meu pedido.

Escolhi o modelo single brut: para álbum com um disco e em MDF cortado a laser.

O acabamento é excelente e não precisa ser pintado mas optei por pintar a moldura de preto e dar uma sutil aparência de desgaste.

Usei tinta acrílica preta diretamente sobre o MDF.


Olha o Tototo ali de enfeite de mesa!


Na hora de colocar a moldura na parede, ao invés de usar prego ou parafuso, optei por usar fita dupla face - minha queridinha para fixar objetos leves sem sujeira nem buracos nas paredes - e coloquei a moldura de lado, de forma que o disco seja colocado pela lateral e não pela parte superior.


Moldura pronta e já colocada

Vinil de estréia

Este é o móvel que compramos especialmente para colocar o toca-discos. Ele guarda também meus livros de artesanato, de culinária e a Instax.


(Viu a Mônica tirando um cochilo ali no cantinho do sofá?)

A combinação toca-discos + mini estante com pés palito + moldura para vinil deu um ar retrô muito legal a este canto da sala.




A próxima etapa é decorar a parede sobre o sofá. Mas antes quero compartilhar com vocês esta foto de ontem. Ah, que sorte! Estava no lugar certo e na hora certa.



oOo

Sobre a Disquadro, você pode conhecer os produtos na página do Facebook e fazer seu pedido diretamente pelo e-mail encomenda@disquadro.com.br

oOo

Antes de terminar, alguns recadinhos:

- O post Moldura para Disco de Vinil não é um publieditorial
- Luka Luluka não pôde participar do 1 Projeto por Mês no mês de março e optei por não publicar post atrasado. Voltamos a participar neste mês de abril.
- Os posts do Luka Luluka serão publicados às segundas, quartas e sextas.

Tranquilo?

Foi um prazer, como sempre, escrever para o blog. Nos vemos em breve.

Grande abraço e que a alegria esteja com todos vocês.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…