Pular para o conteúdo principal

Como você lê os blogs?

Oi pessoal, post curtinho com perguntinha básica: Como você acompanha os blogs que você gosta?

Usa algum reader? Qual?

Recebe por e-mail?

Vai até o blog de tempos em tempos?


Como você chegou até este post?








Você me conta nos comentários, por favor?

Quando o Google Reader foi extinto, no já longínquo ano de 2013, exportei meu feed de notícias para o Feedly (expliquei aqui) e desde então o uso tanto no celular quando no computador. Confesso que não estou muito a par dos novos readers.

Estou organizando o blog e  por isso peço a ajuda de vocês.

Muito obrigada e que a alegria esteja com todos vocês.


San



Comentários

  1. Oi!! Eu leio os blogs por e-mail! Às vezes, por indicação de um blog vou a outros e outros e vou descobrindo novidades!😘

    ResponderExcluir
  2. Oi,uso também o FEEDLY e em alguns blogs, recebo por email, no caso do teu é assim! Gosto muito! bjs praianos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Oi Sandra! Antes de mais nada, obrigada pelo rico comentário!
    Eu sigo pouquíssimos blogs, então não é complicado, uso a lista de leitura do blogger mesmo. Alguns blogs que não são do google e eu gosto, geralmente tem esse lance de assinar e receber por e-mail e é assim que eu me direciono pra lá qdo tem novidade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Eu estou redescobrindo os blogs, acho uma maneira bem gostosa de acompanhar interesses e se conectar com pessoas que curtem a mesma coisa que você. Acho legal quando os blogs que acompanho enviam notificações com conteúdos novos e acho super prático encontrar links nas redes sociais também. Confesso que estou super apaixonada por alguns deles. E muito suspeita e mencionar este aqui, adoro! <3

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixa um comentário! Adoro quando vocês interagem com o blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…