Pular para o conteúdo principal

Tenha um pote de alegrias (ou pote de bençãos)

Na primeira postagem de 2017 vamos conhecer uma ideia compartilhada pela escritora americana Elizabeth Gilbert, autora de Comer Rezar Amar: o pote de alegrias.



Todos os dias, em um pedacinho de papel, você escreve uma coisa boa que aconteceu com você nesse dia:

- Reencontrar um amigo;
- Uma frase engraçada do seu filho;
- O sorriso de uma criança;
- A gentileza recebida de um desconhecido;
- Uma xícara de café;
- Friozinho em pleno verão;
- Cheiro de bolo assando;
- O carinho de um cão...

Por pior que tenha sido seu dia, sempre vai existir um momento de alegria, de carinho, de gentileza. Você escreve sua alegria (ou benção, como prefiro falar) e coloca num pote reservado para este fim.



Que pote? Qualquer um! Eu usei um vidro de palmito para guardar minhas bençãos. Dá pra ficar mais bonito? Claro que sim - e vai - mas o foco é o hábito de escrever uma alegria e colocar no pote todos os dias.
Sabe aquela agenda do ano passado ou aquele caderno com algumas páginas em branco no final? Corte em pequenos pedaços, como preferir, e deixe em um ou mais lugares estratégicos para você se lembrar de escrever. Eu aproveitei folhas de uma agenda antiga e deixei na minha mesa de trabalho, na cabeceira da cama e no atelier.



Em seus piores momentos, quando estiver muito triste ou com muita raiva, pegue uma porção de bençãos do pote e leia para você se lembrar da magia que é sua vida.


É muito muito bom estar de volta! Muito obrigada pelo carinho e que a alegria esteja com todos vocês.



San

Comentários

  1. Eu anota em um espaço da minha agenda.
    Mas a ideia do potinho é bem legal!
    adorei :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na agenda também é legal, Janaina, ela fica muito mais valiosa. Só acho que eu teria dificuldades de me desapegar dela :D
      Beijos! <3

      Excluir
  2. Oi Sandra! Isso é bom para nos fixarmos nas pequenas coisas boas da vida e que muitas vezes nem prestamos atenção. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Verdade, Dalva, afinal é disso que é feita a vida, de pequenos momentos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia!
    É tipo o livrinho que estou fazendo, a essência é a mesma né? O legal é mudar o foco, como eu disse. A cada dia vemos tantas coisas que nos entristecem, mas se criarmos este hábito, podemos nos alegrar com as bênçãos.

    Sinto muito por sua perda, como vc está?

    Quanto ao Projeto, pode postar atrasado, por mim, não tem problema, eu atualizo. Sei que muitas de nós têm imprevistos que impedem. Mas se vc fez e quer participar, fica à vontade que eu coloco lá, ok?

    Que Deus te abençoe, linda semana.
    Abração esmagador.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixa um comentário! Adoro quando vocês interagem com o blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Como descolar espelho de embalagem de pó compacto

Post rapidinho para compartilhar uma coisa que queria saber faz tempo e que aprendi agora.

O que você faz quando seu pó compacto acaba? Joga a embalagem fora?
Eu jogo a parte de baixo mas a tampa com o espelho eu guardo porque dá pra fazer tanta coisa legal com espelhos. O problema é que eu não sabia como descolar o espelho da tampa de plástico.

Iogurtes Infinitos, quase dois meses depois

Faz 53 dias que iniciei a saga dos iogurtes infinitos. Como eu imaginava que aconteceria, chegou um ponto em que ficou insustentável cultivar 11 tipos de iogurtes diferentes, fazer a troca todos os dias, cuidar dos copos e talheres usados e ainda, consumir todos eles... ufa!

Mas não pensem vocês que eu desistiuyj7. Separei dois deles para cultivo, greek e colágeno, que são os mais suaves, e congelei os demais, em saquinhos de sorvete.

Recentemente uma leitora do Luka Luluka no Instagram me perguntou sobre o viili, então eu descongelei este também e estou usando os três. Em comparação ao greek e ao colágelo, o viili é mais azedinho. Eu gostei. E a consistência dele é linda, bem cremosa.

Enquanto cultivava os 11 iogurtes, com a correria do dia a dia, eu não estava conseguindo observar a diferença entre eles e a característica de cada um. Com o uso de dois ou três iogurtes, produzindo cerca de 50 a 100 ml de iogurte ao dia de cada um, fica mais sustentável o cultivo e a observação.

Quand…

Espalhe amor em seu blog!

O Luka Luluka foi criado há 4 anos e alguns meses atrás, fruto de minha vontade de me expressar e de compartilhar meus trabalhos e ideias. O desejo de torná-lo real vinha de muito antes mas foi a mudança de cidade - longe da família e dos amigos - que provocou reflexões e também ações, e permitiu a criação deste blog - e projeto - que eu tanto amo.

Esta postagem participa da blogagem coletiva proposta pela Elaine Gaspareto em parceria com a Divitae e a ideia é fazer um post mostrando como você espalha amor por aí: pode ser alguma coisa que você faça, uma história, o formato é livre, só tem que ser feito com muito amor.


Quando eu crio alguma coisa, só o faço porque sinto amor. Porque desejo de verdade. Tenho este preceito. Só faço quando posso, quando quero e realmente desejo. Porque linha industrial não combina com arte.

Quando reutilizo algum material que iria para o lixo, o faço porque sinto amor por nossa mãe Terra.



Recentemente virei ciclista. Não estilo corredora radical, mais pr…